sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Lançamento da revista “Obscena – Observe a Cena Underground” em Carazinho!

Underground significa, literalmente, subterrâneo. É usado para denominar a cultura que não está nas grandes mídias e nem sob os holofotes, subsistindo na marginalidade e de forma totalmente independente. Logo, é comum que a maioria das pessoas desconheça a arte underground que acontece bem ao seu lado. Porque estes artistas não estão na TV, nas rádios e nos jornais, não participam dos eventos oficiais, não recebem prêmios, medalhas e condecorações. Mas seguem existindo, atuando, movimentando uma cena na qual estamos todos inseridos, direta ou indiretamente.
Observar esta cena é o objetivo da revista Obscena – Observe a Cena Underground, uma publicação da Editora Os Dez Melhores, de Carazinho/RS, com projeto gráfico de Sergio Chaves, da Charlotte Estúdio. A revista busca não somente trazer à luz estes muitos artistas subterrâneos, mas também levantar um debate sério sobre a importância desta arte, que pulsa e vibra longe do centro e da superfície, mas perto de cada um.


A revista reúne quase 100 artistas, todos independentes, de 20 cidades da região e das mais diferentes áreas: ilustração, fotografia, culinária, literatura, maquiagem, música, tatuagem, moda, artesanato. Além disso, a 1ª edição da Obscena traz também 6 reportagens, 10 entrevistas e 17 artigos sobre a arte e a cultura underground, ilustrados com desenhos e fotografias de artistas locais. A Obscena convida a conhecer e reconhecer a arte que está ao alcance de nossas mãos, mas também a refletir e debater sobre o nosso papel nesta cena.
Jana Lauxen, escritora e editora do projeto, afirma que a ideia é registrar uma janela de tempo na história da arte independente de nossa cidade e região, para que a revista possa servir como um retrato cultural local de um determinado período:
– É uma forma de armazenar uma parte da nossa própria história. Imagine como seria massa ter em mãos hoje uma revista publicada nos anos 60 com artistas e projetos culturais locais? Bem, nossos bisnetos terão em mãos uma destas revistas – diz.
A Obscena será lançada dia 11 de novembro, entre 16h e 20h, no Sindicato dos Bancários (Rua Venâncio Aires, 338, centro), em Carazinho/RS. Junto ao lançamento acontecem também exposições e feira de arte com alguns dos muitos artistas que participam desta 1ª edição, e shows com a banda Rastilho, o projeto Formato Mínimo e o rapper Josué Quadros. A sonorização é por conta do DJ Christiano Naza.
Com tiragem limitada, a revista estará disponível para venda durante o lançamento por apenas R$19,90.
Então vem junto observar a nossa cena underground! A entrada é franca e a arte é daqui.


Confirme sua presença no lançamento clicando aqui.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Contagem regressiva!

Falta exatamente 1 mês para o lançamento da revista Obscena.
Todos preparados pra observar a cena underground?


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Obscena News! #9

“A necessidade de encontrar um lugar dentro de uma área quadrada e delimitada implicou em acrescentar mais um andar em minha prateleira abarrotada de livros. E, portanto, também gerou a obrigação de aumentar a minha receptividade em relação ao debate”.


Trecho do texto A Revolução de Ler, do escritor Afobório, e fragmento da ilustração elaborada pelo artista não-me-toquense Matheus Kruger.
O conteúdo completo estará na 1ª edição da revista Obscena – Observe a Cena Underground.
Lançamento: 11 de novembro.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Obscena News! #8

“Subo em mais um palco
e quando saio fico mais sereno
Sabendo que, se eu passei a mensagem
Aí o bagulho tá valendo
Tá valendo

Vivemos num mundo pequeno
E a mente pequena só pensa no ouro
Ignora o mendigo jogado na esquina
Cruza os braços e nega o pedido de socorro
Enquanto eu corro
E nem por um segundo penso em desistir
Aí, família, o plano um deu falha
Engatilhemos o dois e vamos prosseguir”


Trecho da letra de RAP escrita por Josué Quadros, e fragmento da ilustração de Keli Rahmeier.
O material completo você encontra na revista Obscena – Observe a Cena Underground.
Lançamento dia 11/11, em Carazinho/RS.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Observe a Cena Underground

A revista Obscena traz seu objetivo até no nome: observar a cena. Mas não qualquer cena; somente aquela que acontece longe das capitais, longe dos holofotes. Longe do centro, das cidades e das atenções.
E mais do que apenas divulgar o trabalho de artistas independentes de nossa região, queremos também levantar um debate sobre a importância deste mercado cultural underground, e o quanto movimenta e influencia o meio onde acontece.
Existe mais arte e mais artistas embaixo dos nossos narizes do que supõe nossa vã expectativa.
A Obscena reúne quase 100, de 20 cidades diferentes.
São escritores, músicos, artesãos, ilustradores e fotógrafos, que comprovam que santo de casa faz milagre sim, e que em casa de ferreiro, nem sempre o espeto é de pau.
Dia 11 de novembro de 2017 a Obscena entra em cena.
Vem junto observar!


terça-feira, 12 de setembro de 2017

Obscena News! #7

“Quando você pensa em ‘artista’, quem te vem à mente? Atores? Grandes pintores ou escultores? Famosos? Ou seu amigo músico, artesão ou escritor? Por que não valorizamos os artistas locais?”.


Trecho da crônica Por que não valorizamos os artistas locais?, da autora Suh Paula, e fragmento da ilustração elaborada pela artista Doriane Granzotto.
O material completo estará na 1ª edição da revista Obscena – Observe a Cena Underground.
Lançamento dia 11 de novembro de 2017.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Obscena News! #6

“Sentimos medo do escuro na infância, da rejeição na adolescência, do fracasso na vida adulta e da doença na velhice. Acostumamo-nos a sermos prisioneiros de nós mesmos e dos nossos medos. E assim não nos deixamos conhecer a vida”.


Trecho do texto Prisão, do autor Paulo Ricardo Schmidt, e fragmento da imagem registrada pelo fotógrafo Igor Reschke.
O material completo estará na 1ª edição da revista Obscena – Observe a Cena Underground.
Lançamento dia 11 de novembro de 2017.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Jornal Tribuna: seja bem-vindo!

A escritora e editora Jana Lauxen é a mais nova colunista do mais novo jornal de Carazinho: o Tribuna!
A cada 15 dias a autora estará na página 02 do jornal através de suas crônicas e opiniões.
Agradecemos pela confiança e parceria, e desejamos sorte e sucesso para o Tribuna e sua equipe!
Vamos juntos, porque juntos vamos mais longe! 

sábado, 26 de agosto de 2017

Revista Obscena: a capa!

– Dê uma enlouquecida.
Esta foi a única recomendação que a Charlotte Estúdio recebeu da Editora Os Dez Melhores na hora de elaborar a capa da 1ª edição da revista Obscena – Observe a Cena Underground.
E como para o Sergio e a Charlotte missão dada é missão cumprida, temos a satisfação de apresentar a capa e a 4ª capa da Obscena.
O lançamento está marcado para o dia 11/11 (em breve mais informações!), e a publicação vai reunir quase uma centena de artistas, todos locais, divulgando seu trabalho e compartilhando suas observações sobre a cena underground!
Tem literatura, tem opinião, tem música, fotografia, ilustração, discos e clipes, artesanato, escultura, colagem, culinária, moda, grafite, rock, pop, metal, instrumental e rap. Tem de tudo um pouco no que se refere à cena que a Obscena se propõe a observar.
Afinal, dar uma enlouquecida é imprescindível para conseguir ver a arte sob nova perspectiva. E é exatamente isso que a Obscena almeja alcançar: um olhar menos reto e uniformizado sobre a cena cultural independente.
A única recomendação para o leitor é: dê uma enlouquecida também, e se permita capturar novos e inesperados ângulos daquilo que te rodeia.
Porque assim como esta capa, a cena underground local possui mais detalhes, nuanças, entrelinhas e sutilezas do que nossa visão pode, num primeiro momento, captar.
Observe.